Últimos dias

Já com a doença de Parkinson muito avançada, no dia 30 de março de 2005, surgiu à janela do seu escritório para tranquilizar os católicos, e já era muito evidente o seu estado extremamente debilitado.

Em seu último domingo de Páscoa, o Papa ainda abençoou os fiéis, mas pela primeira vez no seu pontificado não conseguiu pronunciar a tradicional Urbi et Orbi.

Às 21h37, hora de Roma, do dia 2 de abril de 2005, o mundo parou perante a notícia da morte do Santo Padre.

As exéquias fúnebres aconteceram na Praça de São Pedro, na manhã do dia 7 de abril de 2005. A cerimônia fúnebre durou 3 horas, sob alta segurança, presidida pelo então decano dos cardeais, o Cardeal Joseph Ratzinger. Assistiram a ela 2.500 convidados, entre chefes de Estado, primeiros-ministros e outras personalidades. O corpo de João Paulo II foi e está sepultado nas catacumbas do Vaticano.


Compartilhe com os seus amigos:




Copyright 2018 © Amigos de São João Paulo II - Todos os direitos reservados